Como funciona uma casa de câmbio?

Uma casa de câmbio é um local onde são feitas trocas monetárias e convenções de moedas estrangeiras levando em consideração as taxas e seus valores vigentes. 

O dinheiro é o que move o mundo, o que faz a roda girar e por isso cada nação tem seu próprio modo de ofertar e utilizar deste recurso.

Por isso, as casas de câmbio têm o trabalho de converter essas moedas de acordo com o interesse de seus clientes.

Porém, não é tão fácil assim, quanto aparenta, a troca de câmbio, pois além da moeda mudar de nação para nação, o valor de uma sobre a outra também se altera. 

Sendo assim, uma moeda valerá mais sobre a outra e por isso as trocas nem sempre são exatas.

Entretanto, existem meios de amenizar tais mudanças de valores para que se adeque ao objetivo do cliente.

Por isso, existem no mercado cambiário diferentes tipos de câmbio para cada objetivo de troca, como por exemplo o câmbio empresarial e o câmbio turístico.

Como as trocas de câmbio nos dias  atuais são muito solicitadas diariamente ao redor do mundo, existem muitas casas de câmbio no mercado.

Assim, uma mesma transação pode ter diferentes taxas e diferentes valores dependendo do alcance de cada casa de câmbio.

Qual a Importância do Câmbio? 

O câmbio nada mais é do que a moeda em si, a moeda a ser utilizada e sua troca, portanto, é a equivalência dela sobre a outra.

A isso, dá-se a taxa de câmbio que é o valor de uma moeda estrangeira sobre outra, assim a moeda pode aumentar ou variar.

Essas mudanças nas taxas de câmbio oscilam de acordo com influências políticas e econômicas de seus determinados países.

E tais oscilações influenciam tanto na vida da população dentro do país quanto aos países estrangeiros que dependem de alguma porção de sua economia. 

Por exemplo, temos as oscilações do dólar que são as mais vigiadas por economistas e acionistas da bolsa de valores.

Mas por que a variação do dólar é tão importante para o Brasil? Bom, isso ocorre pois o Brasil e os Estado Unidos, assim como os EUA e outras diversas nações, mantêm relações econômicas entre si.

Desta forma, o aumento do valor do dólar, por exemplo, atinge as importações de produtos advindos dos EUA, e assim o aumento dos valores finais para o consumidor.

Por exemplo, o petróleo refinado, ou seja, o petróleo pronto para o consumo nas bombas de gasolina no Brasil é importado, também, dos Estados Unidos.

Com o aumento do valor do dólar, as taxas aumentam e assim, os valores das compras sobem, o que reflete nos valores que vemos nas bombas de gasolina.

Este foi somente um exemplo básico e didático para o entendimento da importância que as oscilações das taxas de câmbio tem no mercado como um todo.

Quais os Tipos de Câmbio?

Existem dois tipos de câmbio principais no mercado econômico, cada um atende um tipo diferente de público.

O câmbio empresarial são as trocas de câmbio feitas com taxas especiais para empresas e investidores, por exemplo.

São negociações em larga escala e com retorno financeiro e por isso aplicam-se diferentes taxas sobre as transações.

Já o câmbio turismo, como o próprio nome já diz, é o câmbio realizado para viajantes que desejam visitar outros países e para isso precisam ter os valores específicos daquele local.

As taxas de câmbio turismo costumam ser mais altas do que o empresarial, isso ocorre pois as quantidades que serão movimentadas na primeira opção será muito menor do que a segunda.

Porém, como já foi dito anteriormente, existem muitas opções no mercado, portanto vale pesquisar bem e achar a casa de câmbio que ofereça melhores taxas.

Qual a Diferença entre Troca e Compra de Câmbio?

Bom, aqui a diferença além de estar no nome, também está no que o comprador já tem em mãos.

Ou seja, a troca de câmbio é a troca de um determinado valor em sua moeda de origem pela moeda estrangeira, e a compra é a compra direta da moeda.

Ambos vão estar baseados nas taxas vigentes da moeda estrangeira que se deseja adquirir, portanto se você tiver uma moeda mais barata que a moeda que deseja, seu valor convertido será X vezes menor do que o valor investido. 

Por exemplo o caso do euro, que atualmente vale R$5.28, (um euro) portanto ao fazer a troca de determinado valor por uma determinada quantidade de euro, tenha em mente que o valor investido valerá 5,28 vezes menos. 

E assim vai variar de acordo com o valor da moeda, tanto para mais quanto menos. 

Já a compra de um determinado valor de moeda estrangeira já será calculado de acordo com a sua taxa, então não haverá uma “perda” e sim somente a compra.

Por exemplo, um empresário norte americano que vem para o brasil para negociações com empresas brasileiras. 

Ele fica hospedado em um hotel em guarulhos e percebe que não fez a conversão necessária de seu dinheiro, em dólar.

Ao ir em uma casa de câmbio, ele fará sua conversão monetária e em seu caso o seu valor convertido valerá 5.31 vezes mais do que o valor original em dólar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *