Como ter renda extra com investimentos?

Saiba como investir para complementar sua renda ou conquistar a tão sonhada independência financeira.

Com as adversidades econômicas que a maioria dos brasileiros têm passado ultimamente, procurar uma renda extra se tornou uma forma de cobrir as despesas que os nossos salários, cada vez mais depreciados, não conseguem cobrir. Mas obter renda extra pode significar muito mais que isso: pode ser um meio de conquistar independência financeira.

Neste artigo, vamos falar de uma forma super vantajosa de conseguir um dinheiro extra. Os investimentos apresentam diversas modalidades, com rentabilidades e riscos variados. Aqui você poderá entender como usá-los a seu favor.

Por que você deveria buscar renda extra

A maioria de nós está descontente com quanto recebemos pelo nosso trabalho. Frequentemente chegamos à conclusão de que o nosso orçamento não é capaz de custear nossas necessidades e, muito menos, de concretizar nossos planos e desejos. Vem daí a necessidade de buscar uma renda extra, que amplie nosso orçamento.

Mas a renda extra pode ainda ter duas utilidades principais. Ela pode ser uma forma de trazer mais segurança contra imprevistos, especialmente uma eventual demissão ou perda de nossa fonte de renda principal. Quem já tem uma fonte alternativa de renda estará mais tranquilo nesses momentos.

Além disso, a renda extra pode significar a conquista da tão sonhada independência financeira, que é quando temos dinheiro suficiente não apenas para nossas necessidades, mas também para gastos grandes e muito benéficos, como uma viagem internacional, a compra de um imóvel, de um veículo, etc.

Investimentos: como podem servir de renda extra

É aí que entram os investimentos. Para quem deseja apenas complementar a renda ou formar uma reserva de emergência, é possível aplicar seu dinheiro em investimentos mais seguros e previsíveis, com um retorno baixo, mas constante. 

Já para quem deseja conquistar independência financeira, é possível investir quantias maiores ou apostar em títulos de renda variável, com retorno alto, porém mais incerto.

O que fazer antes de investir

Antes de se lançar ao mundo dos investimentos, no entanto, é importante colocar as suas finanças em dia, tanto para arrecadar a quantia necessária para os investimentos iniciais, como para se precaver contra eventuais perdas.

Se livre de dívidas

A maioria das famílias brasileiras está endividada e isso é uma realidade preocupante. As dívidas comprometem nosso orçamento, nos impedem de realizar gastos úteis e de acessar uma série de serviços, principalmente os ligados a crédito. Por isso, caso deseje começar a investir, é essencial sanar as dívidas em atraso.

O primeiro passo nesse sentido é tentar negociar com os seus credores. Sugerimos usar uma plataforma de negociação online, onde você poderá obter altos descontos, tudo com mais agilidade e comodidade.

Negocie sua dívida através do Juros Baixos

De todo modo, é preciso equacionar as suas dívidas, conhecendo o seu funcionamento (a taxa de juros, o prazo de pagamento, etc.), e escolher um método para quitá-las, com metas de curto e longo-prazo.

Tenha metas claras

As metas são um elemento importante em qualquer planejamento financeiro e para quem deseja começar a investir não é diferente. Você pode começar decidindo o tipo de retorno desejado e escolher estratégias e aplicações financeiras adequadas a esse fim. A partir disso, poderá definir metas de poupança para arrecadar o capital inicial a ser aplicado.

Ou poderá escolher as estratégias e aplicações financeiras tomando em conta uma reserva que você já possui e deseja investir.

Busque conhecimento sobre investimentos

Em matéria de investimentos, o conhecimento é o recurso mais valioso. É preciso adquirir conhecimentos básicos sobre o funcionamento do mercado financeiro e sobre o tipo de aplicação em que você deseja investir. Também é importante conhecer o banco, corretora ou fundo de investimento do qual você deseja participar.

Por isso, antes de iniciar nesse ramo, gaste um tempo pesquisando e se informando. É possível encontrar diversos conteúdos gratuitos na internet que servem como uma ótima base. Caso deseje mais conhecimento, também pode optar por opções de cursos pagos.

Investimentos para renda extra

Existem diversos tipos de investimentos, com características distintas e que podem atender a perfis diferentes de investidores. A seguir, te explicamos os tipos principais para quem deseja obter uma renda extra.

Fundos imobiliários

Os fundos imobiliários estão entre os investimentos com maior retorno. Eles funcionam da seguinte forma: os investidores compram cotas, que lhes dão direito a receber dividendos, ou seja, uma parte do lucro obtido pelo fundo. O dinheiro investido nas cotas pode tanto ser aplicado na construção ou aquisição de imóveis, quanto na compra de papéis relacionados ao mercado imobiliário.

Embora os fundos imobiliários tenham rendimentos geralmente estáveis, nunca se pode ter certeza sobre o seu desempenho. Ou seja, você estará correndo risco ao aplicar seu dinheiro, embora seja um risco menor que o de outros investimentos.

Entre as razões para esses fundos serem tão lucrativos está o fato de eles serem legalmente obrigados a repassar o maior lucro possível para os investidores e de geralmente não ser cobrado imposto de renda sobre os dividendos. Os fundos imobiliários mais vantajosos participam de negociações na Bolsa de Valores.

Antes de escolher essa opção, é importante conhecer o funcionamento do fundo imobiliário em que se pretende investir. Pesquise, por exemplo, sobre as taxas que são cobradas, como a taxa de administração.

Ações

Os investimentos em ações de empresas também são conhecidos pelo seu retorno potencial alto. Nesse caso, o investidor compra uma ação da empresa e passa a ter o direito de receber um provento, ou seja, uma parte do lucro da empresa. Os proventos podem assumir 4 formas diferentes: dividendos, juros sobre capital próprio (JCP), bonificações e subscrições.

Os dividendos de ações funcionam de um jeito parecido com os dividendos de fundos imobiliários. Você recebe um percentual pré-estabelecido sobre o lucro que a empresa pode ter e não paga imposto de renda. Já no caso do JCP, é como se você estivesse fazendo um empréstimo para a empresa e deve pagar imposto de renda.

As empresas podem remunerar seus acionistas com mais ações, o que pode assumir a forma de bonificações e subscrições. No caso de bonificações, o acionista recebe diretamente novas ações da empresa. No caso de subscrições, recebe-se o direito de comprar novas ações antes de outros investidores.

É importante avaliar a forma de remuneração de cada ação e as previsões de lucro da empresa.

Não deixe o planejamento de lado

Os investimentos que citamos aqui são altamente recomendados para quem deseja ter renda extra, ou seja, rendimentos acima da inflação. Porém, é importante não deixar o planejamento de lado depois de iniciar esse tipo de investimento. É preciso enriquecer constantemente o seu conhecimento do mercado financeiro e sempre estar de olho no seu dinheiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *