Conselhos para ajudar a manter as finanças da casa organizadas

Não consegue equilibrar suas contas se pergunta qual é a melhor maneira de economizar dinheiro? Não se preocupe porque em muitas ocasiões conseguir controlar o dinheiro para pagar contas não é fácil.

Despesas fixas, despesas imprevistas, as compras no supermercado ou o fornecimento de energia, cada vez estão mais caras e, fazem “voar” o dinheiro, e por isso, temos de fazer malabarismos para alcançar o equilíbrio financeiro.

Se você tem interesse em saber como economizar em casa, para melhorar as finanças familiares, continue lendo este artigo, onde damos 7 dicas que funcionam na hora de fazer sua renda crescer um pouco mais.

Faça um orçamento

Se você está preocupado com sua situação financeira e quer saber como economizar dinheiro em um curto espaço de tempo, o primeiro passo que você deve dar é parar para analisar a situação e estabelecer um orçamento no qual você determina uma forma de distribuir de dinheiro que inclui pelo menos três pontos:

  • Necessidades básicas.
  • Extras e imprevistos.
  • poupança.

Fazer essa divisão simples o ajudará a visualizar, com objetividade, os itens para os quais está indo mais dinheiro e a estabelecer um primeiro plano de ação analisando aquelas despesas que talvez não custasse muito reduzir.

Conta poupança

Embora possa ser difícil no início, tomar a decisão de alocar uma quantia, mesmo que seja mínima, para o item de “poupança” é um primeiro passo importante. Se quiser, abra algum tipo de conta, em um banco no qual você deposita mensalmente o valor que puder. Não importa que seja pouco (seja realista!), o importante é começar seu próprio plano de poupança e ver quão devagar seu dinheiro aumenta. Se preferir, ter um cofrinho em casa (que não abra com facilidade) também é uma medida que vai estimular a economia.

Verifique suas despesas fixas

Ao fazer seu orçamento, reserve alguns minutos para revisar as despesas que você tem como fixas, mas que poderiam ser reduzidas. Por exemplo, você tem cartões de banco que não usa muito? Acabar com elas, pode ajudar a economizar, pois deixa de pagar comissões. Da mesma forma, os seguros subscritos (carro, casa, vida) ou a tarifa do telefone que contratou, talvez aceitem alguma redução se o solicitar ou se mudar para outra empresa.

Melhore a sua lista de compras

Não há dúvida de que o gasto com alimentação é um dos principais da economia nacional. Evitar compras compulsivas é uma das regras básicas para se obter economia. Para isso, nada melhor do que manter uma lista do que você precisa na hora de ir ao supermercado e se ajustar a isso. É uma ideia prática evitar ‘tentações’ e acabar adquirindo o que não planejou.

E claro, antes de ir às compras, verifique sua despensa e sua geladeira para não desperdiçar nenhum alimento (ou comprar muito). Lembre-se de congelar o que não vai consumir de imediato e reaproveite tudo, com a qual poderá preparar excelentes receitas com o que pode ter sobrado de outros pratos preparados.

Reduza a conta de luz

É mais uma das despesas que mais dor de cabeça dá, e são muitas as ações que pode realizar em casa para que as conta não dispar:

  • Use lâmpadas economizadoras de energia e não acenda a luz quando não for necessário (lembre-se de desligá-la também!).
  • Otimize a utilização dos diferentes eletrodomésticos (programas curtos de lavagem com máquina de lavar loiça pelo menos pela metade,, lavar roupa com a máquina de lavar sempre cheia, aproveitando o calor residual ao desligar a vitrocerâmica …).
  • Se vai comprar eletrodomésticos, compre sempre eletrodomésticos eficientes que estão categorizados pelas classes energéticas em que letra A é a mais eficiente.
  • Não desperdice água (abra a torneira apenas quando a água for necessária), e muito menos com água quente porque desperdiça água e eletricidade.
  • Controle o aquecimento mantendo a temperatura constante, mas não demasiado alta.
  • Monitorize o isolamento da sua casa (portas e janelas) para que o calor não escape.
  • Não deixe dispositivos elétricos em modo de espera. Se você não os estiver usando, desligue-os, pois assim evita o consumo de energia desnecessário.
  • Verifique se as tarifas de energia que você paga pelos serviços são adequadas. Talvez haja sempre outra opção que seja mais conveniente para si porque é mais econômica, é uma questão de analisar e comparar os preços da eletricidade em geral. 

Reutilize tudo que você puder

Antes de jogar qualquer coisa fora e ter que comprar novamente, pense se realmente não serve mais para você. As roupas, móveis, brinquedos dos seus filhos, talvez eles só precisam de uma pequena reparação para ficarem como novos ou você pode dar-lhes uma segunda vida transformando-os em outras coisas.

Se não valem a pena, lembre-se que você tem aplicativos e sites onde é fácil vender o que você não quer mais e assim obter uma renda extra, além de dar a esses produtos mais tempo de vida. Nessas páginas você também pode encontrar uma infinidade de objetos de que pode precisar a um preço muito bom.

Compare ofertas e promoções

Quando pensamos em economizar dinheiro em casa, uma das primeiras coisas que vem à mente é “como posso economizar dinheiro com as minhas compras?” Não deixe nada ao acaso e torne-se um especialista em ofertas e promoções de produtos comuns para a sua casa. Compare os diferentes canais de onde você pode comprar. Na Internet, grandes superficiais comerciais, mercados, supermercados, outlets ou lojas de bairro… os preços, dependendo de onde você compra, variam muito e é importante que você compare o que custa com o que procura em cada tipo de estabelecimento.

Claro, aproveite também os períodos em que as lojas dão grandes descontos e oferecem promoções interessantes (liquidações, Black Friday…).

Manter nossas finanças atualizadas e controladas não é muito fácil, mas com dedicação e disciplina, tudo pode correr bem. Pense sempre que deve adotar hábitos que permitam evitar gastos desnecessários, e aplicá-los sempre que possível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *