Controle de ponto eletrônico: o que é e como funciona o sistema de registro dos funcionários?

O controle de ponto eletrônico digital é cada vez mais recorrente nas empresas. Descubra qual o melhor tipo para o seu negócio

Você consegue imaginar ainda uma empresa com centenas de colaboradores onde o setor de Recursos Humanos precisa administrar a entrada e saída de um por um conferindo o caderno de ponto no final do mês? Parece coisa do passado, não é?

Digamos que fugir dos hábitos modernos é ir contra a praticidade dos dias de hoje. Nesse sentido, a substituição do método do ponto antigo pelo controle de ponto eletrônico já não é novidade.

Mas como funciona o ponto eletrônico digital? Quais são os tipos? E como pode ser útil para o RH? Se você está com dúvida, tiramos todas elas neste artigo. Acompanhe a gente!

O que é o controle de ponto eletrônico?

Como vimos acima, há algum tempo vem diminuindo a relevância do controle de ponto convencional nas empresas, por outro lado, surgem diariamente novos sistemas de registro de ponto eletrônico no mercado, um mais moderno do que o outro.

Mas saiba que esse progresso não tem sido visto com bons olhos em algumas instituições. Muitos funcionários resistem ao utilizar o artifício com receio de que seus dados pessoais sejam fraudados, já outros demonstram dificuldade, precisando repetir a ação para fazer a leitura correta.

Embora não regulares, os imprevistos podem ser contornados através da comunicação com os empregados como papel fundamental para o uso consciente do aparelho. Algumas instituições realizam simulações com os funcionários para confirmar o funcionamento hábil do ponto eletrônico digital.

Apesar das suas qualidades, o que é de fato ponto eletrônico digital? O sistema pode ser considerado como uma tecnologia que possibilita o registro da jornada de trabalho através do relógio de ponto, inclusive de funcionários remotos. Sendo assim, todas as informações são coletadas por um pen drive ou no HD.

Nessa linha, a GeoVictoria é uma opção interessante para quem deseja investir em custo-benefício, além de ser uma ótima ferramenta no auxílio do time de RH.

Como funciona o sistema de ponto eletrônico?

O controle de ponto eletrônico serve para calcular a jornada de trabalho do funcionário. A funcionalidade é feita através do relógio de ponto ou de outros tipos de marcadores.

Um aparelho sofisticado e programado corretamente apura a chegada e a saída do colaborador à empresa, como também o início e o fim do almoço. Os dados armazenados são enviados no final do mês para que o empregado confira e assine para finalizar o procedimento.

Quais são os tipos de controle de ponto eletrônico?

Na busca de um sistema de controle de ponto exemplar, saiba que o melhor é aquele que vai beneficiar o estilo de cada empresa. Por isso, veja se um dessas 3 categorias é o que representa o seu ambiente de trabalho:

1. Ponto biométrico

Talvez o mais comum entre os tipos de registro de ponto eletrônico, esse é validado através da biometria. Após o cadastro no sistema pelo RH, o colaborador diariamente aproxima o dedo no aparelho nos horários indicados, por sua vez, é seguro quando contratado por uma empresa de confiança.

2. Registro com cartão

Sem a necessidade da digital, o ponto com cartão aproxima um documento de identificação por um cartão de acesso ou do crachá do funcionário.

De fácil utilização, ele é instalado e batido nas catracas ou portarias dos respectivos setores para a liberação de entrada. Apesar de contabilizar as horas com a mesma praticidade das demais alternativas, a sua fama é de constatar uma segurança inferior das informações.

3. Ponto online

O mais confiável dos sistemas, o ponto online garante acesso dos gestores por aparelhos eletrônicos como celulares, tablets ou computadores.

Alguns tipos de sistemas, como no caso da GeoVictoria, contam com ferramentas de relatório, remuneração, atrasos, horas extras, permissões, entre outros. Para utilizar, o indivíduo é instruído a baixar o aplicativo em seu celular. Na hora indicada e em tempo real, a geolocalização o identifica e confirma os dados. Viu como é fácil?

Qual é a lei do ponto eletrônico?

Como a tecnologia é algo sempre em evolução e com necessidade de acompanhamento para o uso interno, o extinto Ministério do Trabalho publicou em 21 de agosto de 2009 a Portaria 1510 que se responsabiliza pelo uso de ponto eletrônico para calcular a jornada de trabalho nas empresas.

Conhecida então como a Lei do Ponto Eletrônico, ela monitora qualquer situação que possa prejudicar a regulamentação das horas e acabar tornando-se um problema judiciário. Portanto, a lei protege o direito do trabalhador quanto às horas adicionais e ao excesso de carga horária. Em vista disso, o funcionário deve sempre conferir as informações antes da assinatura final no registro de ponto.

Entre as principais vantagens da Portaria 1510:

  • Aumenta a confiança sobre os dados, já que elas são contabilizadas em uma memória eletrônica lacrada justamente para evitar qualquer atitude fraudulenta;
  • Condiciona a obediência à marcação de ponto, tornando-se fundamental o acompanhamento da rotina de entrada e saída da empresa, o que leva à assiduidade e pontualidade;
  • Facilita o setor de Recursos Humanos com questões como horas extras, abonos, faltas, etc;
  • Documenta a regularidade da atividade para se resguardar quanto aos processos trabalhistas.

Nesse mesmo âmbito, vale destacar a Portaria 373, de 2011, que funciona como complemento à Portaria 1510. Ela se tornou fundamental quando começaram a aparecer novas ferramentas para o registro da jornada de trabalho ainda não regulamentadas. Entre seus principais benefícios:

  • Garante as marcações de ponto;
  • Serve como prova a favor das empresas contra processos trabalhistas;
  • Promove uma gestão eficiente sobre as horas extras para não acumular excessivamente.

É obrigatório o uso do registro de ponto eletrônico?

Saiba que não, pois as empresas podem permanecer com os sistemas manuais, caso prefiram. No entanto, recomenda-se por questão de agilidade, facilidade e segurança, a alteração para um controle de ponto eletrônico digital.

GeoVictoria, uma solução inteligente para o seu controle de ponto eletrônico

Agora que você já sabe como funciona o sistema de ponto eletrônico, por que não contratar aquela que trará maior praticidade e confiança para o seu negócio? Com a tecnologia da GeoVictoria, em poucos minutos o seu funcionário estará registrado e a forma de calcular a jornada de trabalho dele será ainda mais rápida.

Além disso, a empresa oferece um serviço online de registro de ponto, controle e gestão 100% integrado com o setor de Recursos Humanos. A operação se ajusta às características da sua empresa, sendo de fácil implementação e em tempo real. Fale com a equipe o quanto antes.

Este post foi escrito especialmente para esse blog e é uma iniciativa da GeoVictoria de apresentar os benefícios que o controle de ponto eletrônico pode trazer para a sua empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *