Dicas para economizar na hora de comprar on-line

Hábito comum entre os consumidores, comprar pela internet pode ajudar a economizar dinheiro

Comprar na internet vem se tornando um hábito cada vez mais frequente entre os consumidores. Se antes o medo dominava as pessoas na hora de efetuar uma compra on-line, com receio de vazamento de dados, por exemplo, ele não existe mais.

Hoje quem compra em sites e aplicativos, além da segurança, também quer economizar dinheiro.

De acordo com um estudo realizado por meio de uma parceria entre a plataforma de avaliação do comércio brasileiro on-line, Ebit, e a empresa alemã de pesquisa de marketing, Nielsen, comprar na internet está cada vez mais prático e confiável.

Os dados da pesquisa apontam que o faturamento on-line cresceu cerca 47% apenas no primeiro semestre de 2020.

Além das inúmeras facilidades, comprar pela internet pode ainda oferecer vantagens para quem está navegando. Por esse motivo, o virtual tem chamado atenção de muitos consumidores.

Mas é preciso estar atento para não acabar pagando mais caro sem saber. Sendo assim, algumas orientações podem ser essenciais para quem quer economizar na hora de comprar.

Comparar os preços do produto

Assim como em lojas físicas, os preços de um produto podem variar muito de um site para o outro. A premissa básica para quem deseja economizar é sempre comparar os preços em várias lojas diferentes.

Se no mundo off-line ir de loja em loja era essencial para saber qual lugar oferece a mercadoria pelo melhor preço, na internet sites podem auxiliar a desempenhar essa função.

Para ajudar na verificação de preço, serviços na internet reúnem inúmeros sites de venda na finalidade de comparar os valores de um determinado produto.

O Google oferece informações do tipo por meio do Google Shopping. Outro exemplo desse serviço é o brasileiro Zoom, que também compara preços, indicando maior e menor valor para cada mercadoria.

Algumas páginas também mostram a evolução do valor dos produtos ao longo dos últimos meses, informação que pode ser útil para saber o melhor momento para fazer uma compra.

Usar cupons de desconto

Uma outra forma de economizar comprando on-line é através dos cupons de desconto, disponíveis em diversas lojas e serviços. Hoje, por exemplo, é possível encontrar um cupom de desconto Americanas e realizar compras dos mais variados produtos, economizando dinheiro. As ofertas em variadas porcentagens fidelizam consumidores.

Há ainda sites de cupons de descontos que reúnem tickets promocionais de diversos portais de compras. Alguns deles possuem a opção de instalar extensões nos navegadores que identificam automaticamente a presença de cupons válidos para compras naquele instante.

Sites de cashback

Além dos cupons de desconto, existe um serviço que pode ser eficiente para quem deseja poupar dinheiro. Nos sites de cashback, ao comprar um produto on-line, é possível receber parte do dinheiro de volta.

Um dos sites de cashback mais conhecidos é o Méliuz. Ao se cadastrar, um plugin pode ser instalado em seu navegador. Sempre que visitar um site parceiro do serviço, um alerta é emitido para notificar que aquela loja oferece parte do dinheiro de volta em uma compra.

O dinheiro recuperado acumula-se em uma conta no site do serviço e, eventualmente, transferências para a conta bancária poderão ser realizadas.

Alguns serviços oferecem cashback em criptomoedas descentralizadas. O Coingoback, por exemplo, funciona de forma parecida com o Méliuz, mas o retorno financeiro é feito em bitcoins.

Apostar em sites chineses

Fortes tendências do mercado on-line atual, sites chineses oferecem diversos produtos por menor preço. Isso porque o valor de entrega da China é extremamente baixo, facilitando a compra independente da distância entre vendedor e consumidor.

Outro fator que chama a atenção de quem opta por esse tipo de compra é que os vendedores dos sites chineses geralmente costumam oferecer descontos para quem faz compras em atacado. A maior desvantagem nesse serviço é o tempo de espera de entrega das encomendas.

Os produtos podem levar de três semanas a quatro meses para chegar ao destinatário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *