Como montar uma estratégia para criptomoedas? 5 dicas para formar a sua carteira!

Se você está começando agora no mundo dos ativos digitais, segue um spoiler: há muito, mas muito mesmo, para ser explorado! Porém, para tirar o melhor desse universo, é essencial ter uma boa estratégia para criptomoedas.

Quando falamos em estratégia para criptomoedas, estamos nos referindo a ter um plano de ação predefinido antes de “sair por aí” comprando todas as moedas digitais que encontrar, ou mesmo vendendo aleatoriamente as que estão na sua carteira.

Essa linha de pensamento inclui identificar qual a moeda digital mais interessante para você, aprender como verificar a cotação dos ativos, descobrir como e onde comprar e vender as suas criptos, entre outros pontos relacionados.

Os motivos para todo esse cuidado? Simples! Evitar que você tenha problemas, uma estratégia desalinhada ou que caia em algum golpe. 

Por exemplo, ninguém, absolutamente ninguém, pode garantir que você terá lucro com criptomoedas. Se tiver uma estratégia para criptomoedas bem elaborada, saberá disso, e saberá também o que fazer para se sair o melhor possível nas negociações.

Pensando em tudo isso, criamos este artigo com cinco dicas de como montar uma boa estratégia cripto e cinco opções de planos de ação que você pode utilizar nas transações. Continue a leitura e confira!

5 dicas de como montar uma estratégia para criptomoedas

Já dizia o velho ditado, “devagar se vai ao longe”. Para você percorrer longas distâncias no que se refere às moedas digitais da criptosfera, nossas dicas de como montar uma estratégia de criptomoedas bem interessante são:

  • entenda que se trata de um mercado volátil;
  • aprenda a acompanhar as oscilações de valores;
  • escolha ativos digitais compatíveis com os seus objetivos;
  • saiba como e onde comprar/vender criptomoedas e tokens;
  • conheça os critérios de uma exchange confiável.

Entenda que se trata de um mercado volátil

Assim como dissemos logo no início deste artigo, comprar e/ou vender criptomoedas não é garantia de lucro, seja a curto, médio ou longo prazo.

O mercado de ativos digitais é bastante volátil. Isso quer dizer que os preços das moedas digitais mudam constantemente. Essas oscilações dependem de questões como oferta e demanda, escassez e até acontecimentos ou notícias de outros segmentos.

Aprenda a acompanhar as oscilações de valores

Por conta da questão anterior, um ponto que não pode faltar na sua estratégia para criptomoedas é saber como e onde acompanhar as mudanças de valores.

Existem diversos sites que oferecem esse serviço, alguns especializados nesse tema, outros portais que abordam o assunto, como o InfoMoney.

As exchanges, que são empresas que facilitam a compra, venda e guarda de criptos, também fornecem informações sobre o preço das moedas digitais. A vantagem de acompanhar as valorizações por essas corretoras é que você pode fazer as transações que quiser ali mesmo.

Escolha ativos digitais compatíveis com os seus objetivos

Cada ativo digital tende a ter uma funcionalidade e aplicação diferente. Por exemplo, se você é uma daquelas pessoas apaixonadas por games, o AXS, token do jogo Axie Infinity pode ser uma opção interessante. 

Já se trabalha muito no computador, o BAT, token do navegador Brave, talvez chame a sua atenção.

Não tem cabeça para flutuações? Dê uma olhada em stablecoins, que costumam ser pareadas ao dólar.

Ou seja, ao montar a sua estratégia para criptomoedas, não deixe de considerar qual o seu objetivo ao entrar nesse mercado e alinhe aos ativos disponíveis.

Saiba como e onde comprar e vender criptomoedas e tokens

Basicamente, existem duas formas principais de negociar ativos digitais, que são via negociação direta com outra pessoa, ou por intermédio de uma exchange.

A primeira costuma gerar mais riscos, como pagar por uma cripto e não receber. Já a segunda, por ter o respaldo de uma empresa, tem mais camadas de segurança e de privacidade.

Escolher entre uma ou outra é uma das definições que precisa estar na sua estratégia de criptomoedas.

Conheça os critérios de uma exchange confiável

Por falar em exchanges, existem alguns critérios que merecem ser considerados antes de escolher por qual você fará as suas transações de ativos digitais. Alguns deles são:

  • considerar o tempo que a empresa tem de mercado;
  • em quais países atua;
  • meios de pagamentos oferecidos;
  • protocolos de segurança adotados.

5 planos de ação para criptomoedas que você pode usar!

Agora que você sabe quais pontos considerar na hora de montar a sua estratégia para criptomoedas, hora de conhecer quais planos de ação pode adotar nas suas negociações. 

Algumas possibilidades são:

  • Dollar-Cost Averaging (DCA)
  • Análise Fundamentalista
  • Divergências no RSI
  • Arbitragem
  • Trade

Dollar-Cost Averaging (DCA)

Consiste em comprar ativos de forma regular, geralmente os de menor valor, por um determinado período.

Estratégia de longo prazo, é possível que nem todas as aquisições sejam feitas quando a cripto estiver em baixa, mas, ao menos, não ocorrerão sempre que estiver em alta. 

Análise Fundamentalista

Em linhas gerais, significa conhecer mais a fundo a proposta da criptomoeda, seu projeto, propósito, potencial, entre outros critérios semelhantes.

A ideia é aprender mais sobre a moeda digital, a fim de ter mais segurança antes de comprá-la.

Divergências no RSI

As Divergências no RSI, Índice de Força Relativa, ajudam a identificar a força de compra e de venda de um ativo. 

Em resumo, essa técnica financeira possibilita mensurar e acompanhar a evolução de um bem — no caso, das moedas digitais —, identificando suas perdas e ganhos em um determinado período.

Arbitragem

A arbitragem é uma metodologia de negociação que consiste em comprar algo por um preço menor em um lugar, e vender a um preço mais elevado em outro local.

Trazendo essa referência para o mundo das criptomoedas, seria algo como comprar uma cripto ou token mais barato em uma exchange e vender mais caro em outra.

Trade

Fazer uma trade quer dizer realizar a comprar e a venda de um ativo financeiro. Existem diferentes tipos de trade, definidos de acordo com o seu tempo de duração, que são:

  • day trade: compra e venda acontecem no mesmo dia;
  • swing trade: negociação acontece com intervalo de um dia ou poucas semanas;
  • scalping trade: processo de comprar e vender acontece em minutos, por vezes em segundos;
  • position trade: tende a durar, no mínimo, um mês.

Obviamente, cada um desses métodos tem seus pontos positivos e negativos. A ideia é você conhecer as opções para encontrar aquela que melhor se encaixa na sua estratégia para criptomoedas!

Este artigo foi escrito pela Bitso, exchange internacional de criptomoedas na qual você pode comprar, guardar e vender os seus criptoativos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.